Pesquisar este blog

Carregando...

3 de novembro de 2012

O que é PIB?

Print Friendly Version of this pageImprimir Get a PDF version of this webpageGerar PDF
Por vezes a sigla PIB passa em alguma mídia seguida instantaneamente por sua tradução: Produto Interno Bruto que é a soma de todas as riquezas produzidas no país.

Há a transmissão de um conhecimento pela mídia visivelmente limitado destinado a saciar apenas aquela fração de tempo de dúvida, embora muito a se esclarecer não seria absorvida pela maioria a qual a acompanha, porém fica ainda a questão do que é PIB, como ele é formado e para qual finalidade ele é calculado.

Na história, sempre houve uma tentativa de contabilizar a atividade econômica num determinado lugar. No século 15 inicia esta tentativa de comparar o comércio internacional, mas somente no século 20 que trabalhos mais robustos foram incorporados pela ONU com objetivos de auxiliar países membros na administração de seus recursos.

Nos anos 50 surge o primeiro manual da contabilidade nacional pela ONU e nos anos 60, a Fundação Getúlio Vargas absorve uma revisão deste modelo onde, desde 1947, o Departamento de Economia já trabalhava com as contas nacionais. Nos anos 90, há uma atualização do modelo que foi denominada SNA93, e com IBGE à frente desta contabilidade, este modelo também é adotado no Brasil em 2003.

O PIB é atualmente trabalhado com a soma dos valores dos bens finais, ou seja, a incorporação do valor dos produtos e serviços finais da região, dos lucros, dos impostos, dos salários de cada funcionário e cada exportação que é realizada. Assim é possível dimensionar a economia de uma determinada região, como a economia desta região tem-se comportado no quesito estabilidade e dinamismo e quais são os setores desta economia que melhor se comportam.

No Brasil, o processo inicia com a coleta de dados com pesquisas estruturais anuais, fontes do governo federal e fontes diversas e vai até a publicação da informação. Esta ação é, atualmente, exclusiva do IBGE e possuem alguns métodos de calculo também exclusivos.

Algumas variantes do nome PIB têm sua função e finalidades diferentes como PIB Nominal, PIB real e PIB per capita. Todos são formas de cálculo e avaliação, mas devem sempre ser usadas com atenção, pois carregam avaliação enviesada em sua estrutura.

Por exemplo, o PIB per capita é o valor do PIB da região dividido para cada habitante daquela região. Assim teríamos um valor X que cada habitante contribui ou consume. Esta avaliação não leva em conta n fatores como a desigualdade social e nem as formas de opressão neoliberalista/capitalista. O PIB nominal e PIB real tem sua diferença com uma constante no método do cálculo.

Quando foram estudadas e elaboradas as formas de cálculo do PIB, não foram incorporados os valores morais e os sentimentos de cada habitante da região frente ao enriquecimento ilícito e o salário baixíssimo ofertado pelos grandes feudalistas, industriais, coronéis, empregadores e empresários. Tanto devido ao fator subjetividade da avaliação na área da economia, mas mais pela supressão destes valores na sociedade.

Inclusive as comparações nacionais devem ser analisadas com sabedoria, pois comparar Brasil com Estados Unidos não é muito razoável do ponto de vista quantitativo estatístico. Deve ser levado em conta as flutuações de economia, população e demais fatores determinantes de erro.

Encontro os países integrantes do BRICS
Algum tempo atrás, um grupo de economias comparáveis se aliaram numa espécie de cooperação entre países em desenvolvimento denominado BRIC. Apesar de não ser uma aliança formal e muito menos econômica como a União Européia, mas são países que podem ser de alguma forma comparados. O Brasil faz parte juntamente com a Rússia, Índia e China. Recentemente a África do Sul também participa dos acordos e assim a sigla tornou-se BRICS.

Uma aliança econômica que inclui o Brasil é o Mercosul, a qual fazem parte Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Os países integrantes são uma comunhão de valores que encontra expressão em suas democracias, pluralistas, defensoras das liberdades fundamentais, os direitos humanos, a proteção do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável, bem como seu compromisso com a consolidação da democracia, a segurança jurídica, o combate à pobreza e o desenvolvimento social e econômico com equidade.

Encontro dos paises integrantes do Mercosul




Nenhum comentário: